Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Sábado, 21 de outubro de 2017 - 23h10
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Comidas do Japão
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 195 - 26 de fevereiro a 4 de março de 2003
Tóquio e arredores: belezas que encantam
O que torna a cidade atraente aos visitantes é a sua
capacidade de misturar o oriental e ocidental, o velho e o novo

(Texto e fotos: Organização Nacional de Turismo Japonês)

Tóquio, capital do Japão desde 1868, fica na parte oriental de Honshu, a ilha principal do arquipélago, na Baía de Tóquio, que se abre ao Oceano Pacífico. Com área de 616 km2 e população quase 8 milhões de habitantes, é uma das cidades mais ativas e ao mesmo tempo mais seguras do mundo. Desde 1603 foi sede do xogunato, com o nome de Edo e gozou de todos os privilégios de virtual capital do país durante os três séculos seguintes, desenvolvendo um ambiente original e sofisticado. Em 1868, com a transferência do poder do xogum ao Imperador, Edo passou a chamar-se Tóquio, tornando-se sede do governo imperial.


O Palácio Imperial é o marco histórico que guarda a tradição do povo japonês

Hoje em dia, Tóquio é o centro da administração, da educação e das finanças do país. É uma metrópole altamente ocidentalizada, mas conserva muito de seu velho encanto. O que torna a cidade atraente aos visitantes é a sua capacidade de misturar o oriental e ocidental, o velho e o novo. A vida moderna, de intensas atividades comerciais, não impedem a coexistência dos velhos costumes e estilos, que são manifestados em vários festivais populares.

As grandes atrações turísticas em Tóquio compreendem o Palácio Imperial, cercado por vários fossos pitorescos; o bairro de Marunouchi, centro das atividades comerciais; o edifício da Dieta, Ginza e Nihombashi, bairros com as mais importantes lojas, restaurantes e teatros; Meiji Olympic Park, com a Memorial picture gallery e várias instalações esportivas, entre os quais o Estádio Nacional; a Torre de Tóquio (333 m), uma das torres de aço mais altas do mundo; Parque Hibiya, perto de Yurakucho, belo parque, metade ocidental, metade oriental; o Estádio Nacional Indoor em Shibuya, com seu ginásio anexo em forma de carapaça; centros de compras e diversões de Shinjuku e Asakusa; jardins japoneses, dos quais Rikugien e Korakuen são os mais famosos.

Entre os numerosos museus, os mais dignos de nota são o Tokyo National Museum no Parque Ueno, o National Museum of Modern Arts no parque Kitanomaru e o Japan Folkcraft Museum em Komaba. Além dos teatros dedicados especialmente às exibições de Nô e Kabuki, Tóquio possui um bom número de cinemas e teatros de shows populares. Os amantes dos esportes tradicionais japoneses podem se dirijir ao Kokugikan, em Kuramae, para exibições de sumô; Kodokan, em Kasugacho, para treinos de judô, e Nippon Budokan Hall, para práticas de kendô e caratê.

Rainbow Town, construída sobre uma área recuperada no Porto de Tokyo, é um dos pontos mais atraentes aos visitantes, com um enorme shopping arborizado e parque de diversões excitantes. É um verdadeiro “Joypolis” - recanto da alegria.


Tóquio fascina pela combinação de oriente e ocidente, do antigo com o moderno, como a vista dos prédios da área central da capital

 

Yokohama e Kamakura, centros de turismo o ano inteiro

As ruas de Ginza são famosas pelas suas lojas sofisticadas e consumo de alto nível

A 30 minutos da capital japonesa está Yokohama, palco da final da Copa do Mundo de 2002. É a segunda cidade mais populosa do Japão. Como uma cidade portuária, tem sido bastante influenciada pelas culturas modernas do mundo. Aberta ao comércio estrangeiro em 1859, Yokohama é ainda hoje um dos portos mais ativos do Extremo Oriente.

Kamakura, com população de 176.682 habitantes, foi a sede do xogunato entre 1192 e 1333. Bela cidade marítima, a 1 hora de trem a sudoeste de Tóquio, pode ser facilmente visitada. De clima suave e agradável, é um centro de turismo durante o ano inteiro.

A grande atração da cidade é o Daibutsu (foto ao lado), uma colossal estátua de Buda feita de bronze há 700 anos, com 11,4 metros de altura. Outros locais de interesse saõ o templo xintoísta de Tsurugaoka Hachimangu e outros templos zen.

Hakone, formando o centro do Parque Nacional Fuji-Hakone-Izu, é famosa por suas paisagens de montanhas, 12 fontes de águas termais e numerosos locis históricos. A maior atração é o museu a céu aberto, com centenas de esculturas. O centro da região se localiza na estação termal de Miyanoshita, a 2 horas de Tóquio de trem e ônibus.

Locais de beleza panorâmica e histórica na região de Hakone são o Lago ashi, conhecido especialmente por seus belos reflexos do Monte Fuji, o Templo Xintoísta de Hakone, cuja fundação afirma-se remontar ao ano 757, os vales de Owakudani e Kowakidani, cujos vapores sulfurosos se elevam das fendas das montanhas.

Descobrindo Nikko e o Monte Fuji

O Monte Fuji, com altitude de 3.776 metros, é o pico mais alto do Japão e um dos mais belos cones simétricos do mundo. Sua extensa base está pontilhada de lagos, quedas d’água, florestas virgens e muitos tipos de plantas alpinas, tudo combinando para aumentar sua beleza. È um local de recreio ideal o ano inteiro: acampamento, passeios, pesca, natação e escalada no verão; esqui e patinação no inverno. Em quase todos os locais com beleza panorâmica há numerosos hotéis e pousadas, além de muitas instalações de recreação.

A duas horas de trem de Tóquio está Nikko. Sua atração turística é a grandiosidde da natureza e o refinamento da arte humana que se corporifica no Templo Xintoísta de Toshogu. Este templo e os demais encantos do parque Nacional de Nikko fazem desta região um importante centro de excursões.

A partir da cidade de Nikko, onde está o Templo Xintoísta de Toshogu, pode-se ir até o Lago Chuzenji por uma estrada de 16 km que sobe por uma montanha cheia de precipícios e curvas chamadas Irohazaka, ou “Subida do ABC”, pois tem tantas curvas quantas são as letras do alfabeto japonês. No alto da montanha está o lago, cuja saída é a Cascata de Kegon, que cai de uma altura de 100 metros.

A região do lago Chuzenji é ideal para esportes: esqui e patinação no inverno; iatismo, acampamentos e pesca no verão. O toque histórico da regição é dado pelos grandes festejos do Templo Xintoísta de Toshogu.

 Arquivo - Turismo Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 214
• Ilha de Sado
ARQUIVO - EDIÇÃO 211
• Hokkaido - Tudo começou em Naka Furano
ARQUIVO - EDIÇÃO 208
• Kansai - Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 205
• Soka
ARQUIVO - EDIÇÃO 202
• Hirakata
ARQUIVO - EDIÇÃO 199
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 197
• Tohoku
ARQUIVO - EDIÇÃO 195
• Tóquio e arredores: belezas que encantam
ARQUIVO - EDIÇÃO 193
• Chugoku-Shigoku: O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 191
• Okinawa: Uma região de paraísos subtropicais
ARQUIVO - EDIÇÃO 189
• Nagasaki - O berço cristão japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 187
• Shimabara
ARQUIVO - EDIÇÃO 185
• Tottori: O Saara japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 183
• Matsue - A herança intacta dos samurais
ARQUIVO - EDIÇÃO 181
• Chiba conserva folclore cultural da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 179
• Okutama: Refrescando-se nas montanhas
ARQUIVO - EDIÇÃO 177
• Mito: A cidade de um dos mais belos jardins japoneses
ARQUIVO - EDIÇÃO 175
• Izu - O paraíso das águas
ARQUIVO - EDIÇÃO 173
• Kyoto: Cenário de três mil templos
ARQUIVO - EDIÇÃO 171
• Chindon-ya
ARQUIVO - EDIÇÃO 169
• Toyama no Kusuri
ARQUIVO - EDIÇÃO 167
• Sensooji o templo do Carnaval
ARQUIVO - EDIÇÃO 165
• Odaiba: a face futurista de Tóquio
ARQUIVO - EDIÇÃO 163
• Todaiji: o templo do grande Buda de Nara
ARQUIVO - EDIÇÃO 161
• Ryuhyoo: O gelo navegante de Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 159
• Hokkaido, o inverno mais gelado do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 134
• Yamanashi:
A Terra dos Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 130
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 128
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 126
• Okinawa: Ryukyu, Soberano dos Mares do Sul
ARQUIVO - EDIÇÃO 124
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 122
• Monte Fuji e os Cinco Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 120
• Nikko: A Cidade dos Santuários
ARQUIVO - EDIÇÃO 118
• Parques Temáticos
ARQUIVO - EDIÇÃO 116
• Hakone - A região dos vales fumegantes
ARQUIVO - EDIÇÃO 114
• Iwate
ARQUIVO - EDIÇÃO 108
• A atraente ilha de Sado
ARQUIVO - EDIÇÃO 106
• Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 104
• Kansai: Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 101
• Soka: Industrialização traz rápido progresso à cidade

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

146 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases