Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Sexta-feira, 28 de abril de 2017 - 12h59
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 175 - 2 a 8 de outubro de 2002
Izu - O paraíso das águas
A famosa península da província de Shizuoka conjuga lindas praias
e termas naturais, para completo êxtase e relaxamento

Na cidade de Shimoda existem convidativas praias, como a Shirahama Oohama

(Reginaldo Okada)


O romance Izu no Odoriko fez a fama das termas de Yugashima. Na foto, estátuas dos personagens principais em frente à cachoeira Shokei

Não existe melhor lugar no Japão que a península de Izu, localizada no extremo leste da província de Shizuoka, para quem pretende conciliar belas praias e, ao mesmo tempo, deliciar-se em banhos termais.

Na sua linha costeira encontramos diversas vilas de pescadores, e a poucos quilômetros para o interior já se chega às montanhas onde os povoados de agricultores, igualmente, enternecem com a tradicional cultura e paisagem típica.

Esse ambiente rústico e tranqüilo em meio à exuberante natureza domina a maior parte da península, seja à beira mar ou na montanha. Para aproveitá-la em toda sua potencialidade, o ideal é viajar de carro, mas se preferir utilizar os serviços de trem e ônibus, existem alguns roteiros que não deixam nada a desejar, como descrevemos a seguir, unindo a cidade portuária de Shimoda ao bairro Yugashima-onsen, famoso por suas termas naturais.

 

Banheira de água termal ao ar livre do ryokan Yumoto-kan

Centro de Shimoda, aconchegante cidade de pescadores
 

Inspirando escritores

Quarto do ryokan Yumoto-kan, onde Kawabata se hospedava


O fabuloso jantar servido no ryokan Yukawa-ya

Não são poucos os literatos japoneses que passam longos períodos em Izu, mais especificamente em suas termas, buscando tranqüilidade e inspiração para escrever. O romancista Yasunari Kawabata (1899~1972), primeiro nipônico a receber o Prêmio Nobel de Literatura, é o exemplo mais célebre.

O Yumoto-kan, ryokan (hotel tradicional japonês) onde Kawabata se hospedava, até hoje mantém reservado o quarto que ele sempre usava, onde estão expostos fotos, quadros e a coleção de livros de sua autoria. Quando era jovem, durante um período de dez anos, o escritor viajou a Izu assiduamente e, nesse hotel, escreveu a sua obra mais famosa, Izu no Odoriko (“A Dançarina de Izu”).

Localizado no município Amagiyugashima, no bairro Yugashima-onsen, onde existem muitos outros ryokan, o Yumoto-kan é uma das melhores opções não só por causa da relação com Kawabata, mas também por vários outros aspectos, como o rotenburo (banheira de água termal ao ar livre) na beira do rio e a arquitetura tradicional do seu prédio, toda de madeira.

Já o Yukawa-ya, localizado no mesmo bairro, era o preferido de um outro escritor famoso, o Motojiro Kajii (1901~1932). O melhor deste ryokan, que não chega a ter o primor do outro, é conversar com a proprietária, dona Ito Ando, septuagenária que relata com a maior empolgação vários episódios sobre os escritores famosos que se hospedaram por lá.

A comida servida no Yukawa-ya é inesquecível, sempre usando ingredientes da própria região, como carne de javali caçado nas montanhas de Izu, peixe do rio que corre na frente do hotel, entre outros.

Para ir a esse bairro deve-se pegar um ônibus da empresa Tokai-bus, que parte da estação Shuzenji, da linha Izu-Hakone Tetsudo, com destino a Yaga-shima-onsen. Leva cerca de 30 minutos.

Shimoda

A famosa espiral da estrada 414, que liga Shimoda a Shuzenji

Algumas das melhores opções turísticas no litoral da península de Izu ficam no município de Shimoda, famosa desde a era Edo (1603~1868) por causa de seu porto, que era um ponto de parada dos navios que viajavam com cargas entre a capital do país e as regiões mais ao sul, principalmente Osaka.

Shimoda também é bastante conhecida porque foi nesse porto que chegaram os “navios negros” (kurofune) norte-americanos, primeiramente em 1853, que forçaram o governo japonês a abrir suas fronteiras para o relacionamento internacional.

O centro da cidade de Shimoda é bastante atraente e está localizado ao lado de um canal onde barcos pesqueiros atracam. Muitas construções antigas lhe dão um charme especial, não faltando ainda restaurantes especializados em frutos do mar e os banhos termais para completar o deleite.

As praias apropriadas para banho de Shimoda se destacam como empolgantes atrativos, em especial a Shirahama Oohama, com águas cristalinas e areias brancas, bastante concorrida nos meses quentes.

A estação de trem localizada no centro da cidade chama-se Izukyu Shimoda, da linha Izukyuko. Dali parte o ônibus Izu Shimoda Bus, com destino a Shirahama Kaigan, que leva à praia. O percurso consome dez minutos.

Para ir de Shimoda ao bairro Yugashima-onsen, deve-se pegar o trem na estação Izukyu Shimoda até Kawazu e dali pegar ônibus com destino a Shuzenji, descendo no meio do percurso.

Quem vem da direção da cidade de Shizuoka deve ter como referência a estação Mishima, da linha Tokaido, e depois seguir pela linha Izu Hakone Tetsudo, cuja estação final é Shuzenji. De Tóquio ou Shinjuku pode-se tomar um trem superexpress (tokyu) chamado Super View Odoriko ou Odoriko, que vai direto até a estação Izukyu Shimoda e faz todo o percurso em 2h40.

 
(Colaborou Satomi Shimogo)
*O jornalista Reginaldo Okada viajou a Kyoto a convite da JAL (Japan Airlines)
 Arquivo - Turismo Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 208
• Kansai - Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 205
• Soka
ARQUIVO - EDIÇÃO 202
• Hirakata
ARQUIVO - EDIÇÃO 199
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 197
• Tohoku
ARQUIVO - EDIÇÃO 195
• Tóquio e arredores: belezas que encantam
ARQUIVO - EDIÇÃO 193
• Chugoku-Shigoku: O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 191
• Okinawa: Uma região de paraísos subtropicais
ARQUIVO - EDIÇÃO 189
• Nagasaki - O berço cristão japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 187
• Shimabara
ARQUIVO - EDIÇÃO 185
• Tottori: O Saara japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 183
• Matsue - A herança intacta dos samurais
ARQUIVO - EDIÇÃO 181
• Chiba conserva folclore cultural da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 179
• Okutama: Refrescando-se nas montanhas
ARQUIVO - EDIÇÃO 177
• Mito: A cidade de um dos mais belos jardins japoneses
ARQUIVO - EDIÇÃO 175
• Izu - O paraíso das águas
ARQUIVO - EDIÇÃO 173
• Kyoto: Cenário de três mil templos
ARQUIVO - EDIÇÃO 171
• Chindon-ya
ARQUIVO - EDIÇÃO 169
• Toyama no Kusuri
ARQUIVO - EDIÇÃO 167
• Sensooji o templo do Carnaval
ARQUIVO - EDIÇÃO 165
• Odaiba: a face futurista de Tóquio
ARQUIVO - EDIÇÃO 163
• Todaiji: o templo do grande Buda de Nara
ARQUIVO - EDIÇÃO 161
• Ryuhyoo: O gelo navegante de Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 159
• Hokkaido, o inverno mais gelado do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 134
• Yamanashi:
A Terra dos Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 130
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 128
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 126
• Okinawa: Ryukyu, Soberano dos Mares do Sul
ARQUIVO - EDIÇÃO 124
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 122
• Monte Fuji e os Cinco Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 120
• Nikko: A Cidade dos Santuários
ARQUIVO - EDIÇÃO 118
• Parques Temáticos
ARQUIVO - EDIÇÃO 116
• Hakone - A região dos vales fumegantes
ARQUIVO - EDIÇÃO 114
• Iwate
ARQUIVO - EDIÇÃO 108
• A atraente ilha de Sado
ARQUIVO - EDIÇÃO 106
• Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 104
• Kansai: Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 101
• Soka: Industrialização traz rápido progresso à cidade
ARQUIVO - EDIÇÃO 98
• Hirakata

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

124 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases