Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Quarta-feira, 23 de outubro de 2019 - 8h00
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Arquivo NippoBrasil - Edição 116 - 26 de julho a 1º de agosto de 2001
 
Hakone - A região dos vales fumegantes
 

(FONTE: Organização Nacional de Turismo Japonês)

Encravada entre o Monte Fuji e a Península Izu, Hakone é um dos pontos turísticos mais populares do interior do Japão. A região se estende sobre a área de um antigo vulcão, ativo há mais de 3 mil anos, que deixou um legado de fontes termais e vapores de gás. Rodeada de montanhas, vales e desfiladeiros e localizada a uma latitude de 800 metros acima do nível do mar, a região possui um clima fresco no verão e bastante frio no inverno.

Nos tempos feudais, foi um importante posto de inspeção para a segurança de Edo (antigo nome de Tóquio), então sede do Shogun, o governo militar feudal. Relíquias e documentos históricos relativos àquela época são cuidadosamente preservados em diversos museus abertos ao público.

Além dos pontos turísticos, há diversos eventos tradicionais que merecem ser apreciados, como o Odawara Hojo Godai Matsuri (3 de maio), uma procissão de lordes feudais realizada no Castelo de Odawara, e o Kosui-sai (31/7) – Festival das Lanternas Flutuantes. Conheça as principais atrações de Hakone.

 
HAKONE - Balneário muito popular no Japão
Odawara: uma velha cidade-castelo que serve de porta de entrada para a região de Hakone. De frente para a Baía de Sagami, a cidade apresenta uma linda vista ao mar


Lago Ashi:
o lago é famoso pelo reflexo invertido do Monte Fuji, que pode ser visto no lago em dias claros. A pescaria de carpas e trutas e os passeios de barco são tradicionais formas de lazer.

Hakone-yumoto: constitui a entrada leste de Hakone e é uma das mais antigas cidades de estação balneária da região. Está situada onde os rios Hayakawa e Sukumo se encontram, no lado leste das Montanhas Hakone.

Miyanoshita: situada na partes central de Hakone, constitui o mais florescente grupo de fontes termais. A uma altitude de aproximadamente 400 metros acima do nível do mar, tem um clima geralmente fresco, mesmo no verão.

Chokoku-no-mori (Bosque das esculturas): parque destinado a exposições, inclusive ao ar livre, de esculturas de artistas modernos, tais como Rodin, Boudella, Moore e Zadkine. É o primeiro do gênero no Japão.

Kowakudani (Vale Fumegante Menor): é uma popular estância de água e tem esse nome graças a uma fumaça de enxofre que vem de uma gruta da vizinhança. A vista de Kowakudani, no Vale de Hayakawa e nas montanhas próximas, é uma das mais sensacionais da região.

Jardim Kowakien: no jardim, há um hotel no estilo japonês, uma casa de banho, vários locais para banho ao ar livre e um jardim botânico com plantas tropicais de várias espécies. A cinco minutos a pé pelo jardim, fica a Cidade das Crianças, uma vasta área de recreação infantil.

Gora: o terminal de bonde Hakone Tozan Railway fica, a uma altitude de 800 metros, na encosta leste do Monte Souzan e comanda uma extensa vista que inclui parte do Rio Hayakawa. As águas termais são trazidas através de tubos da fonte termal de Owaku-da-ni.

Owakudani (Vale Fumengante Maior): desfiladeiro que solta fumaça sulfurosa, a qual se desprende de rachaduras das rochas ou do próprio solo, dando provas das atividades vulcânicas no passado. No Museu de Ciências Naturais, há painéis descrevendo a fauna, a flora e os aspectos geológicos de Hakone.

Barreira Hakone: a barreira original foi estabelecida em 1618, pelo líder Tokugawa, para a defesa e manutenção da ordem na cidade de Edo. Foi removida em 1869 e uma réplica exata de seu quartel, com bonecos em tamanho natural vestidos em trajes daquela época, pode ser vista perto do local.



Santuário Hakone:
localizado em uma colina na margem norte do lago, o santuário é notável pela vista do Festival do Lago ou Festival das Lanternas Flutuantes. A Galeria do Tesouro contém importantes documentos históricos e pode ser visitada diariamente. A Avenida das Criptomérias, uma tortuosa estrada de 2 km de extensão, é ladeada de criptomérias. Nos tempos feudais, os lordes da região usavam este caminho para irem a Edo, sede do governo militar feudal.
 Arquivo - Turismo Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 254
• Templo Horyuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 247
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 244
• Monte Fuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 242
• Okinawa
ARQUIVO - EDIÇÃO 240
• Hokuriku
ARQUIVO - EDIÇÃO 236
• Nikko: a cidade dos santuários
ARQUIVO - EDIÇÃO 232
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 229
• Yamanashi
ARQUIVO - EDIÇÃO 227
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 222
• Hakone
ARQUIVO - EDIÇÃO 220
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 216
• Iwate
ARQUIVO - EDIÇÃO 214
• Ilha de Sado
ARQUIVO - EDIÇÃO 211
• Hokkaido - Tudo começou em Naka Furano
ARQUIVO - EDIÇÃO 208
• Kansai - Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 205
• Soka
ARQUIVO - EDIÇÃO 202
• Hirakata
ARQUIVO - EDIÇÃO 199
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 197
• Tohoku
ARQUIVO - EDIÇÃO 195
• Tóquio e arredores: belezas que encantam
ARQUIVO - EDIÇÃO 193
• Chugoku-Shigoku: O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 191
• Okinawa: Uma região de paraísos subtropicais
ARQUIVO - EDIÇÃO 189
• Nagasaki - O berço cristão japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 187
• Shimabara
ARQUIVO - EDIÇÃO 185
• Tottori: O Saara japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 183
• Matsue - A herança intacta dos samurais
ARQUIVO - EDIÇÃO 181
• Chiba conserva folclore cultural da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 179
• Okutama: Refrescando-se nas montanhas
ARQUIVO - EDIÇÃO 177
• Mito: A cidade de um dos mais belos jardins japoneses
ARQUIVO - EDIÇÃO 175
• Izu - O paraíso das águas
ARQUIVO - EDIÇÃO 173
• Kyoto: Cenário de três mil templos
ARQUIVO - EDIÇÃO 171
• Chindon-ya
ARQUIVO - EDIÇÃO 169
• Toyama no Kusuri
ARQUIVO - EDIÇÃO 167
• Sensooji o templo do Carnaval
ARQUIVO - EDIÇÃO 165
• Odaiba: a face futurista de Tóquio
ARQUIVO - EDIÇÃO 163
• Todaiji: o templo do grande Buda de Nara
ARQUIVO - EDIÇÃO 161
• Ryuhyoo: O gelo navegante de Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 159
• Hokkaido, o inverno mais gelado do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 134
• Yamanashi:
A Terra dos Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 130
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 128
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 126
• Okinawa: Ryukyu, Soberano dos Mares do Sul
ARQUIVO - EDIÇÃO 124
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 122
• Monte Fuji e os Cinco Lagos

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2019 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados

182 usuários online