Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Quinta-feira, 19 de julho de 2018 - 22h02
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Comidas do Japão
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2018
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 095 - 15 a 21 de março de 2001
 
História do quimono - Parte 1
Durante o Período Kamakura (1192-1338) e o Período Muromachi (1338-1573),
homens e mulheres vestiam quimonos de cores bem alegres

(Fotos: Reprodução / Divulgação)

Originalmente, quimono era a palavra japonesa que indicava aquilo que se veste. Recentemente a palavra tem sido usada para designar especificamente a vestimenta tradicional japonesa.

O quimono que hoje conhecemos vem do Período Heian (794-1192). A partir do Período Nara (710-794), os japoneses usavam trajes que consistiam em duas peças (parte de cima e de baixo) ou de apenas uma peça. Porém, no Período Heian, uma nova técnica de fazer quimono foi desenvolvida. Conhecida como método de corte reto, o mesmo envolvia peças com um corte e uma costura. Com essa técnica, as pessoas que estavam envolvidas com a manufatura do quimono não precisavam se preocupar com a forma do corpo daquele que o vestiria.

Os quimonos de corte reto ofereciam muitas vantagens. Eram fáceis de se dobrar. Também eram confortáveis em qualquer tipo de clima. Podiam ser vestidos em camadas para esquentar no inverno e feitos com tecidos leves, como o linho, no verão. Essas vantagens ajudaram o quimono a se tornar parte do dia-a-dia do povo japonês.

Com o passar do tempo, o hábito de usar quimono em camadas virou moda. Os japoneses começaram a prestar atenção nos mais variados quimonos, das mais diversas cores e combinações; desenvolveram então, uma alta “sensibilidade” para a harmonia delas. Tipicamente, a combinação de cores representavam as cores das estações do ano ou a classe social a qual pertencia a pessoa que vestia o quimono. Foi durante esse período que a combinação tradicional de cores japonesas foi desenvolvida.

Durante o Período Kamakura (1192-1338) e o Período Muromachi (1338-1573), homens e mulheres vestiam quimonos de cores bem alegres. A cultura aristocrática do Período Heinen decaiu e o samurai tomou o poder. As roupas ficaram simples e fáceis de se tirar devido ao estilo de vida dos samurais.

No Período Edo (1600-1868), o clã do guerreiro Tokugawa governava o Japão. O país foi dividido em domínios feudais, ou seja, cada feudo tinha sua própria regra e seu senhor feudal. Os samurais desses feudos eram identificados pelas cores e estampas de seus “uniformes”. Este consistia em três partes: o quimono; uma peça de roupa sem manga chamada kamishimo usado por cima do quimono e um hakama, uma calça lisa semelhante a uma saia.

O kamishiro era feito de linho, engomado para que o ombro ficasse levantado. Com muitas roupas de samurai para se fazer, os manufatureiros de quimono foram se aperfeiçoando cada vez mais em seu ofício e o vestuário tornou-se uma forma de arte. O quimono tornou-se valioso e os pais passavam aos seus filhos como objeto de herança familiar.

Busca
Cultura Tradicional
Arquivo Nippo - Edição 181
Quimono
Arquivo Nippo - Edição 179
Kingyo
Arquivo Nippo - Edição 177
História do Daruma
Arquivo Nippo - Edição 175
Koromogae, trocando de estação e de roupa
Arquivo Nippo - Edição 173
Crisântemo, a flor do Japão
Arquivo Nippo - Edição 171
A história dos estudos japoneses no Brasil
Arquivo Nippo - Edição 169
Higuchi Ichiyo será a primeira figura feminina estampada em cédula japonesa
Arquivo Nippo - Edição 165
O grande Festival de Osorezan
Arquivo Nippo - Edição 163
O Monte Fuji
Arquivo Nippo - Edição 161
Óculos
Arquivo Nippo - Edição 159
Sharaku
Arquivo Nippo - Edição 157
KAÔ, um tipo de carimbo personalizado
Arquivo Nippo - Edição 155
Os japoneses e o Impressionismo
Arquivo Nippo - Edição 153
Colheita de Chá
Arquivo Nippo - Edição 151
Undokai, a gincana esportiva
Arquivo Nippo - Edição 149
Ninja
Arquivo Nippo - Edição 147
Os sons dos insetos
Arquivo Nippo - Edição 145
Kanban (Letreiros das casas comerciais)
Arquivo Nippo - Edição 143
Otearai, toalete
Arquivo Nippo - Edição 141
Myoji - Sobrenome Japonês
Arquivo Nippo - Edição 139
Saquê, bebida milenar
Arquivo Nippo - Edição 137
Seijinshiki, a Cerimônia da Maioridade
Arquivo Nippo - Edição 135
Oshogatsu - Ano Novo
Arquivo Nippo - Edição 133
Festival dos Guerreiros de Akoo
Arquivo Nippo - Edição 131
Livros japoneses
Arquivo Nippo - Edição 129
Ryokan, hospedaria estilo japonês
Arquivo Nippo - Edição 127
Yookai: Monstros e fantasmas
Arquivo Nippo - Edição 125
Kodo - A arte de apreciar fragrâncias
Arquivo Nippo - Edição 123
Noshi - Mizuhiki
Arquivo Nippo - Edição 121
Nihon Buyou
Arquivo Nippo - Edição 119
Hashi
Arquivo Nippo - Edição 117
Karakuri Ningyou
Arquivo Nippo - Edição 115
Dia do Boi
Arquivo Nippo - Edição 113
Hinomaru
Arquivo Nippo - Edição 111
Origami: dobradura de papel
Arquivo Nippo - Edição 109
Parto
Arquivo Nippo - Edição 107
Nakoudo
Arquivo Nippo - Edição 107
Mushiba Yobou Day - Dia da Prevenção das Cáries

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2018 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

192 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases