Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Terça-feira, 19 de setembro de 2017 - 15h54
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


 
Poços de Caldas: O santuário da paz
‘Teus bosques, fontes e lagos, Tuas matas verdejantes ...
São da lembrança os afagos Para os encantos da vida!
Preciosa jóia engastada Na bela Minas Gerais Terra por todos amada
Que não se esquece jamais’
 

(Arquivo NB)

Poucos hinos refletem com tamanha precisão as qualidades de seu município. É o caso deste trecho da canção oficial de Poços de Caldas, a mais famosa estância turística do sul de Minas Gerais. Situada em um vulcão adormecido, a 1,18 mil metros de altitude, a cidade é o recanto favorito de milhares de visitantes em busca de paz e tranqüilidade.

Sua história começa a ser contada a partir da expulsão dos índios Cataguases pelos bandeirantes, na metade do século 19. Em busca de ouro e pedras preciosas, encontraram, na verdade, outra jóia rara: a água sulfurosa, indicada para diversos tratamentos de saúde.


Monumento Minas do Brasil com Palace Hotel ao fundo
 
 

Várias fontes jorram águas medicinais

Água

As fontes termais são os principais atrativos. São dez espalhadas pelo município. A maioria jorra água com propriedades medicinais. Todas tem suas histórias. Duas das mais famosas são a Fonte dos Amores e Fonte das Rosas. A primeira, construída em 1929 pelo escultor Giulio Staracce, atrai principalmente os casais. Diz a lenda que, quem beber sua água radioativa não ficará solteiro. A outra, inaugurada em 1966, conta com combinações de luz e água que podem apresentar 40 formações diferentes.


Fauna e flora


O Recanto Japonês é réplica de um tradicional jardim nipônico

A Serra de São Domingos, nos arredores da cidade, abre um grande leque de passeios irresistíveis. Quem for à Poços, não pode deixar de conhecer o Recanto Japonês. O local é uma réplica de um tradicional jardim nipônico, com construções e vegetações típicas. Abriga ainda uma cópia de um pavilhão do palácio imperial Katsura Rikyu, em Quioto. A casa de chá, um largo artificial com carpas coloridas, a Fonte dos Três Desejos (amor, saúde e inteligência) e as trilhas ecológicas completam este que é um dos mais belos ambientes da estância.


Cristo: 1,68 mil metros

As cachoeiras são atrações à parte. A Cascata das Antas, de 50 metros, e o Véu das Noivas, com suas três quedas, são as mais procuradas. Ambas ficam a poucos quilômetros do centro da cidade. Nestes locais, não é permitido a entrada de banhistas. Mas vale contemplar.

O marco do turismo local, no entanto, é o Cristo Redentor, a 1,68 mil metros. O monumento foi inaugurado em 1958. O acesso pode ser feito de carro ou de teleférico. De lá, é possível ter uma maravilhosa vista panorâmica da região. O melhor horário é chegar no final da tarde, para ver o pôr do sol. Se possível, fique até à noite. As luzes da cidade formam um quadro impressionante.



Os prédios se destacam pelo estilo clássico
Urbano

No perímetro urbano também há diversas opções. Muita história, arquitetura diversificada e lazer. O Museu Histórico e a Casa da Cultura se destacam pela estilo clássico dos móveis e fachada, além de possuir um acervo de fotos antigas, como as dos visitantes ilustres Dom Pedro II, Getúlio Vargas e Juscelino Kubistchek. O antigo Cassino da Urca, inspirado em seu homônimo carioca, também fica aberto à visitação. No final do dia, há a opção de relaxar no Balneário Mário Mourão, que oferece vários tipos de banhos e tratamentos. O Thermas Antônio Carlos, maior e mais conhecido, está fechado para reformas e a prefeitura não tem previsão para a reabertura. Os detalhes também chamam a atenção. Curiosidades como o Relógio Floral e o Xadrez Gigante remetem o turista aos contos de fadas.

 

Arquivo NippoBrasil - Edição 207 - 21 a 27 de maio de 2003
 Arquivo - Turismo Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 210
• Onsens: Estâncias termais que garantem relaxamento e diversão
Arquivo NippoBrasil - Edição 207
• Poços de Caldas: O santuário da paz
Arquivo NippoBrasil - Edição 206
• Circuito das águas mineiro
Arquivo NippoBrasil - Edição 204
• Redescobrindo o Litoral Sul de SP
Arquivo NippoBrasil - Edição 203
• Serras Gaúchas
Arquivo NippoBrasil - Edição 201
• Socorro abre a porteira para o turismo
Arquivo NippoBrasil - Edição 200
• Circuito das águas
Arquivo NippoBrasil - Edição 198
• Santos: Muito além do Jardim
Arquivo NippoBrasil - Edição 192
• Maranhão, o segredo do Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 190
• Histórias do Grande Sertão Veredas em Minas Gerais
Arquivo NippoBrasil - Edição 188
• Turismo ecológico no Rio Grande do Norte
Arquivo NippoBrasil - Edição 184
• Península de Maraú: uma delícia baiana
Arquivo NippoBrasil - Edição 180
• Pirenópolis, um pedaço do Cerrado Brasileiro
Arquivo NippoBrasil - Edição 176
• Parque Nacional da Chapada Diamantina, natureza em abundância
Arquivo NippoBrasil - Edição 174
• Santa Catarina é só festa
Arquivo NippoBrasil - Edição 172
• Turismo Cultural em Paranapiacaba
Arquivo NippoBrasil - Edição 170
• Parque Nacional da Bocaina: Natureza e sossego em abundância
Arquivo NippoBrasil - Edição 168
• Maringá: Os encantos da “Cidade Verde”
Arquivo NippoBrasil - Edição 166
• Águas de São Pedro, um pequeno paraíso no interior de São Paulo
Arquivo NippoBrasil - Edição 162
• Santo Amaro da Imperatriz, águas termais e aventura em Santa Catarina
Arquivo NippoBrasil - Edição 158
• Amazônia com conforto
Arquivo NippoBrasil - Edição 136
• Fernando de Noronha: Patrimônio Natural da Humanidade
Arquivo NippoBrasil - Edição 132
• Ilhabela: O encanto do litoral paulista
Arquivo NippoBrasil - Edição 131
• Porto Seguro: Praia de Santo André
Arquivo NippoBrasil - Edição 127
• Ecoturismo: Uma visão diferente de Santa Catarina
Arquivo NippoBrasil - Edição 123
• Araxá
Arquivo NippoBrasil - Edição 115
• Costa do Sauípe: Lazer, Paisagem e Comodidade
Arquivo NippoBrasil - Edição 113
• Caldas Novas: Opção para se esquentar no inverno
Arquivo NippoBrasil - Edição 111
• Pescaria: Os encantos da natureza são infindáveis
Arquivo NippoBrasil - Edição 109
• Jacobina: Circuito das Cachoeiras na Bahia
Arquivo NippoBrasil - Edição 105
• Pantanal
Arquivo NippoBrasil - Edição 103
• João Pessoa: ponto extremo oriental das Américas
Arquivo NippoBrasil - Edição 100
• Natal a cidade do sol no nordeste
Arquivo NippoBrasil - Edição 99
• Descobrindo os encantos do Mato Grosso
Arquivo NippoBrasil - Edição 97
• Recife
Arquivo NippoBrasil - Edição 96
• Parque Nacional Chapada dos Veadeiros

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

173 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases