Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Quarta-feira, 24 de maio de 2017 - 5h06
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 155 - 2 a 8 de agosto de 2001
 
Costa do Sauípe
Lazer, Paisagem e Comodidade

(Fotos: Reprodução / Divulgação)

Para quem quer fazer tudo ou prefere não fazer nada, a Costa do Sauipe é perfeita. Aqui famílias inteiras, turmas de jovens, executivos e crianças se divertem de alguma maneira. Isso porque durante todo o dia há atividades para todos os gostos. Se não quiser fazer nada, apenas descanse.

Tudo funciona e é por isso que este é um dos mais completos complexos hoteleiros para brasileiros e estrangeiros. Mas o mais interessante é que apesar de contar com grandes redes internacionais de hotéis, oferece também a opção de hospedagem em charmosas pousadas.


Super Clubs Breezes: conforto e sofisticação


Marriott: hotel e também spa completo

A região, conhecida como a Costa dos Coqueiros, é linda, com uma extensa faixa de areia e 8 quilômetros de praias selvagens. Com alguns minutos de caminhada é possível se deparar com uma vila de pescadores. Tal passeio ao vilarejo de Santo Antonio, de apenas 180 moradores, é bastante interessante pela simplicidade, que ainda nem luz elétrica tem.

A paisagem parece intocada e suas águas cristalinas propiciam a prática de surfe, windsurfe, entre outros esportes náuticos. Por toda a sua extensão estão os salva-vidas, atenciosos e que são uma grande fonte de informações sobre a região. Pela manhã são promovidas caminhadas, aulas de ginástica, passeios de bicicleta. Tudo para que você não perca nenhum detalhe da região.

Apesar de não ter completado ainda um ano de funcionamento, a Costa do Sauípe apresenta um atendimento impecável, com serviços de primeira. Não deixa a desejar, apesar do impacto desta experiência de destacar nosso litoral com tão poderosas redes hoteleiras. Mas todos se envolveram com o trabalho. O turista é sempre o centro das atenções e para ele é que são desenvolvidas todas as atividades de lazer, todo o requinte dos restaurantes, todo o atendimento em qualquer hora do dia ou da noite. A começar pelo serviço de traslados, incluído para todos que vão até lá.

Além disso, está incluído também um serviço interno de transporte para levar os turistas para conhecerem todos os hotéis, pousadas, a Vila Nova da Praia, e também para o lazer de todos, levando-os para o Centro Náutico, Eqüestre, Esportivo ou para o campo oficial de golfe.

Onde ficar

As seis pousadas, localizadas na Vila Nova da Praia, o centro da Costa do Sauípe, são todas temáticas, ligadas a determinadas regiões da Bahia ou da cultura local. A Pousada da Torre é a mais vistosa, com sua torre que pode ser vista de longe e leva-nos à época das capitanias hereditárias. A Pousada Gabriela é inspirada na obra de Jorge Amado, com arquitetura de Ilhéus. Já a Pousada Carnaval é a mais descontraída, com arquitetura baseada no Olodum e Araketu, por exemplo. A que tem a melhor localização para os que querem curtir a natureza é a Pousada Aldeia, que fica de frente para a praia. Enquanto as outras ficam do lado de todos os restaurantes e do charme das lojinhas, esta pousada e suas diversas casinhas ideais para famílias, fica do outro lado de uma passarela, no lado belíssimo do mar. Tem ainda a Pousada Pelourinho, inspirada em Salvador e seu patrimônio histórico e a Pousada Agreste - antiga Maria Bonita - que reproduz a região do cangaço. Essas pousadas todas oferecem somente café da manhã. Mas a variedade de restaurantes próximos é uma grande vantagem.

Aos que preferem ter refeições mais sofisticadas, um conforto maior e um pouco de luxo, a melhor opção é ficar nos hotéis. O mais famoso de lá é o Super Clubs Breezes, que trabalha com o sistema “all inclusive”, famoso em outras localidades como a Jamaica. No caso, não é preciso carregar a carteira, porque tudo, inclusive as taxas e gorjetas, está incluído. A todo o momento pode-se pedir petiscos na piscina, bebidas, sanduíches à noite, pode-se fazer um chá no quarto. Uma mordomia. No total são 5 restaurantes, com especialidades japonesa, italiana, mediterrânea, o restaurante da piscina e o self service Jimmy´s Buffet, onde são servidas todas as refeições à vontade. Além disso há bares, danceteria e todas as atividades de lazer estão incluídas! Escolha entre a aula de trampolim, o aluguel de bicicletas, caminhadas diurnas na praia, torneios de vôlei e de tênis, atividades na piscina, aulas dos mais diversos esportes, TUDO! Paga-se mais, mas em compensação chegando lá vê-se que a preocupação é bem menor. Os hotéis Renaissance e Marriott, da mesma rede, trazem a tradição de seus hotéis para o paraíso da Bahia. O primeiro é o hotel que oferece os melhores preços, ao contrário daquele localizado em São Paulo. E é lindo, com ótima localização - bem ao lado da Vila Nova da Praia. Já o segundo, além de hotel é SPA, para descansar corpo e mente. O Sofitel Suítes impressiona com sua suntuosa fachada e decoração com o tema do Descobrimento. Já o Sofitel Conventions é mais gramado e mais em conta do que o Sofitel Suítes. Clientes de um dos dois desses hotéis pode-se deliciar em qualquer um dos cinco restaurantes, 2 localizados no Suítes e 3 no Conventions.

O que fazer

Cada hotel promove as suas atividades, mas todas aquelas efetuadas fora de cada um, ou seja, no espaço comum para todos, é cobrado. Campo de golf oficial com 18 buracos, centro eqüestre, centro náutico para a prática de jet ski, remo, canoa, caiaque, vela, wakeboard, ski aquático, pesca, surf, centro esportivo com 15 quadras de tênis, 2 de squash e 4 de paddle são opcionais para os hóspedes de todos os hotéis e pousadas. Antes de embarcar, peça para o seu agente de viagens ou para a administração do complexo que lhe entregue as tabelas de preços e a programação para o período de sua viagem.

Nesta região a preocupação com a preservação da natureza e do meio ambiente é enorme. Com o máximo de fidelidade, o Projeto Tamar, por exemplo, cuida da reprodução das tartarugas na costa e também na Praia do Forte. Este é um passeio imperdível, com palestras sobre a região, museu, caminhada por praias extensas e menos inclinadas do que as da Costa do Sauípe. Mas o melhor é apreciar a vida marinha nas piscinas naturais, formadas na beira da praia, com água cristalina e diversas espécies e cores de peixes. Informe-se na agência de turismo local, que oferece desde traslado até lá (é um pouco mais que 30 quilômetros) até excursões completas, por um preço um pouco mais alto. Para os adeptos de caminhadas mais intensas, o interessante é agendar seus passeios através da agência de ecoturismo da Vila Nova da Praia.

Como se fosse uma cidade voltada para o turista, com pousadas, restaurantes, bares e lojas no centro, a Vila Nova da Praia é toda charmosa e fica bem no meio de todo o complexo da Costa do Sauípe. Suas cores vibrantes, arquitetura representando diversas regiões da Bahia, muito verde e diversas opções para comer, beber ou comprar são um convite para o divertimento. Esse centro de entretenimento reproduz uma cidadezinha brasileira. À noite são várias as atrações de lazer, com muitos bares, casa de shows, cybercafé e um centro cultural.

 Arquivo - Turismo Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 203
• Serras Gaúchas
Arquivo NippoBrasil - Edição 201
• Socorro abre a porteira para o turismo
Arquivo NippoBrasil - Edição 200
• Circuito das águas
Arquivo NippoBrasil - Edição 198
• Santos: Muito além do Jardim
Arquivo NippoBrasil - Edição 192
• Maranhão, o segredo do Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 190
• Histórias do Grande Sertão Veredas em Minas Gerais
Arquivo NippoBrasil - Edição 188
• Turismo ecológico no Rio Grande do Norte
Arquivo NippoBrasil - Edição 184
• Península de Maraú: uma delícia baiana
Arquivo NippoBrasil - Edição 180
• Pirenópolis, um pedaço do Cerrado Brasileiro
Arquivo NippoBrasil - Edição 176
• Parque Nacional da Chapada Diamantina, natureza em abundância
Arquivo NippoBrasil - Edição 174
• Santa Catarina é só festa
Arquivo NippoBrasil - Edição 172
• Turismo Cultural em Paranapiacaba
Arquivo NippoBrasil - Edição 170
• Parque Nacional da Bocaina: Natureza e sossego em abundância
Arquivo NippoBrasil - Edição 168
• Maringá: Os encantos da “Cidade Verde”
Arquivo NippoBrasil - Edição 166
• Águas de São Pedro, um pequeno paraíso no interior de São Paulo
Arquivo NippoBrasil - Edição 162
• Santo Amaro da Imperatriz, águas termais e aventura em Santa Catarina
Arquivo NippoBrasil - Edição 158
• Amazônia com conforto
Arquivo NippoBrasil - Edição 136
• Fernando de Noronha: Patrimônio Natural da Humanidade
Arquivo NippoBrasil - Edição 132
• Ilhabela: O encanto do litoral paulista
Arquivo NippoBrasil - Edição 131
• Porto Seguro: Praia de Santo André
Arquivo NippoBrasil - Edição 127
• Ecoturismo: Uma visão diferente de Santa Catarina
Arquivo NippoBrasil - Edição 123
• Araxá
Arquivo NippoBrasil - Edição 115
• Costa do Sauípe: Lazer, Paisagem e Comodidade
Arquivo NippoBrasil - Edição 113
• Caldas Novas: Opção para se esquentar no inverno
Arquivo NippoBrasil - Edição 111
• Pescaria: Os encantos da natureza são infindáveis
Arquivo NippoBrasil - Edição 109
• Jacobina: Circuito das Cachoeiras na Bahia
Arquivo NippoBrasil - Edição 105
• Pantanal
Arquivo NippoBrasil - Edição 103
• João Pessoa: ponto extremo oriental das Américas
Arquivo NippoBrasil - Edição 100
• Natal a cidade do sol no nordeste
Arquivo NippoBrasil - Edição 99
• Descobrindo os encantos do Mato Grosso
Arquivo NippoBrasil - Edição 97
• Recife
Arquivo NippoBrasil - Edição 96
• Parque Nacional Chapada dos Veadeiros
Arquivo NippoBrasil - Edição 94
• Circuito Mineiro das Águas
Arquivo NippoBrasil - Edição 93
• Lençóis Maranhenses
Arquivo NippoBrasil - Edição 91
• São Sebastião
Arquivo NippoBrasil - Edição 90
• Itacaré
Arquivo NippoBrasil - Edição 88
• Camboriú: principal pólo turístico do sul do País

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

73 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases