PORTAL NIPPOBRASIL ONLINE - 19 ANOS
-
Fale conosco: adm@nippo.com.br   
Sexta-feira, 28 de abril de 2017 - 13h05
DESTAQUES:
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos



Indústrias automobilísticas japonesas desenvolvem novo tipo de freio
Mecanismo faz que o freio tenha prioridade mesmo com acelerador pressionado
 

Sistema foi criado após problemas de aceleração repentina nos carros da Toyota nos Estados Unidos

As sete maiores empresas automobilísticas japonesas – Toyota, Nissan, Mazda, Honda, Mitshubishi, Daihatsu e Suzuki – uniram-se para desenvolver um sistema de freios sobreposto. Ou seja, ele é capaz de diminuir a velocidade do veículo mesmo que o acelerador esteja pressionado. A novidade foi anunciada no dia 11 como uma forma de reforçar a segurança – além da imagem e confiabilidade – das montadoras do país, após o grande recall a que 9 milhões de automóveis da Toyota foram submetidos.

As fabricantes ainda não divulgaram a partir de quando seus automóveis passarão a ser equipados com o novo sistema de freios, mas, segundo a imprensa japonesa, existe a possibilidade, ainda que remota, de que a tecnologia seja aplicada até mesmo em veículos já vendidos pelas marcas, o que se constituiria em um processo de grande escala e que custaria uma verdadeira fortuna às montadoras.

A única certeza até agora é que Toyota e Mazda adotarão o sistema em breve, enquanto as outras cinco montadoras – Fuji, Honda, Mitsubishi, Daihatsu e Suzuki – estudam em que veículos seria viável instalar o mecanismo. “Embora nossos modelos não tenham vivenciado nenhum problema de aceleração, que poderiam ser evitados com o sistema de freios sobrepostos, decidimos instalar a tecnologia para reforçar o sistema de segurança de nossos produtos”, disse a Mazda, por meio de um de seus funcionários.

Os problemas, a que se referem a fonte, atingiram principalmente a Toyota, tida como uma das fabricantes mais confiáveis do mundo. Diversos modelos da marca sofreram problemas de aceleração repentina e descontrolada nos Estados Unidos, e, segundo dados da imprensa norte-americana, cerca de 40 pessoas podem ter sido vítimas fatais da falha que levou a Toyota a anunciar o recall de quase 9 milhões de veículos no mundo.

De acordo com as montadoras, o sistema, que já foi adotado também pela Volkswagen, BMW, Daimler, Chrysler, General Motors e Ford, não havia sido proposto antes por pura questão lógica: “Normalmente, é inimaginável um motorista acionar o pedal do freio ao mesmo tempo em que acelera o veículo”, disse um representante de uma das companhias.

 

© Copyright 1992 - 2016 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante.
Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

Sobre o Portal NippoBrasil | Fale com o Nippo