PORTAL NIPPOBRASIL ONLINE - 19 ANOS
-
Fale conosco: adm@nippo.com.br   
Quarta-feira, 23 de outubro de 2019 - 3h03
DESTAQUES:
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Caderno Bichos

Atenção com as unhas!

Corte executado corretamente ajuda a prevenir doenças em animais de estimação
 

(Foto: Divulgação)

Não se trata de pintar ou colocar cápsulas anatômicas nas unhas de seu cão ou gato. Mais do que estética ou proteção às mobílias, o corte das unhas serve para mantê-las saudáveis. Afinal, os animais apóiam-se nelas para diversas funções. Os cães, por exemplo, costumam utilizá-las para cavar enquanto os gatos as usam para se defender.

Portanto, é importante mantê-las devidamente cortadas, a fim de evitar danos para os animais. “O crescimento exagerado das unhas pode ocasionar ferimento nos coxins [as chamadas “almofadas” embaixo das patas], alterações de locomoção devido ao aprumo irregular, fraturas de unhas e até a luxações de falanges. Assim, recomenda-se ao proprietário que monitore o crescimento das unhas para evitar esses problemas”, recomenda a veterinária Sonia Yakoyama, do Cobasi SBC.

Além disso, por meio das unhas, o animal pode contrair várias doenças – bacterianas, tumorais, fúngicas (onicomicoses). Outras doenças, algumas consideradas zoonoses, como a esporotricose (fungica) e a doença da arranhadura do gato (bacteriana), são transmitidas em contato com unhas de animais contaminados. Já a leishmaniose, uma zoonose importante que acomete o cão, tem como um dos sintomas o crescimento exagerado das unhas, mas não é transmitida diretamente e sim pela picada de um inseto.

É necessário ficar atento. Hemorragias, além de sofrimento, são algumas complicações decorrentes do corte inadequado. Nesses casos, a veterinária do Cobasi SBC, Sandra Suguieda, recomenda estancar o sangramento com ajuda de algodão ou gaze – existem no mercado produtos que cauterizam o vaso e interrompem o sangramento – com leve compressão e manter repouso. Procure o auxílio veterinário em seguida.

Como cortar?

Segundo a dra. Sonia Yakoyama, nas unhas dos animais, existe um vaso e é necessário que o dono fique atento a ele. “Um corte rente provoca sangramento e até uma considerável hemorragia, além de dor”, alerta Sonia. Ela explica também que nos gatos e em algumas raças caninas a unha não é pigmentada, o que permite a visualização do vaso e, desse modo, perceber até onde o corte é saudável. Já as unhas pigmentadas merecem um cuidado redobrado no momento do corte, sendo aconselhável fazê-lo gradativamente.

Nos gatos, como se trata de unhas retráteis, o dono terá que apertar a “almofada” de sua pata, de modo que as unhas apareçam. Corte em seguida, em distância segura do vaso.

Operação

Vale ressaltar que as veterinárias do Cobasi são totalmente contra a operação que retira as unhas dos animais. “[A cirurgia] é um procedimento de amputação. Ele tem algumas complicações pós-operatórias, como dor crônica, falta de aprumo, [o] animal pode perder a capacidade de movimentação dos dígitos”, explica Sandra. Por isso, o ideal é cortá-las com freqüência, ou levar seu animal de estimação ao veterinário ou em casas de banho e tosa.


Serviço:
Sandra Mayumi Suguieda CRMV SP 19.254
Sonia Yakoyama CRMV SP 11.696
Cobasi SBC (São Bernardo do Campo)
www.cobasi.com.br
 Pets do Leitor
 Arquivo: Pets
• Dia Mundial do Gato: veja como cuidar dos bichanos
• Saiba tudo sobre as vacinas
• Cuidados: Top 5 de verão
• Brincadeira que faz bem
• Esquilo da Mongólia
• Dia de banho!
• Atendimento de emergência
• Na hora da compra
• O melhor hotel para seu amigo
• Mais do que um bom amigo
• Adotar é tudo de bom!
• Alimentação para Aves: Balanceada e variada
• Independentes e bem nutridos
• Cuide bem da refeição do seu cachorro
• Evite as doenças de verão
• Câncer: diagnósticos e tratamento
• Tá nervoso? Vai brincar!
• Atenção com as unhas!
• Medicamento na medida certa
• Jabutis são animais tímidos e dóceis
• Um olhar esbranquiçado
• Calopsitas: Dócil e divertida
• Ferrets: Amistosos e brincalhões
• Animais idosos
• Diabetes?
• “Castrei, e agora?”
• Vermífugo: um importante aliado
• Iguana: Exótica e exigente
• Doenças do homem em animais de estimação
• Terapia comportamental
• Um pássaro do barulho
• “Cadê meu filhotinho?”
• Programa de adoção
• Florais para eles também!
• Um problema sazonal
• Top 5 de escovação
• Filhotes, filhotes, filhotes!
• Um coelho em sua vida
• “Que coceirinha...”
• Doença ou personalidade?
• Um peixe bom de briga
• Anticoncepcional: Problema ou solução?
• Meu pintinho amarelinho
• Cachorro Bem-Educado
• Farmácia Pet
• Adorável roedor
• Um amor de bicho
• Pet moderno

© Copyright 1992 - 2016 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante.
Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

Sobre o Portal NippoBrasil | Fale com o Nippo