Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Terça-feira, 22 de agosto de 2017 - 6h15
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 106 - 17 a 23 de maio de 2001
 
Hokkaido

(Fotos: Divulgação)


Fukiage Roten no Yu

O verão na região de Furano, (Hokkaido), é marcado pela cor roxa dos campos de alfazemas, que cobrem as cidades em maio. Esta paisagem violeta ilustrou vários cartazes comerciais, atraindo turistas a se embre­nharem no mundo do perfume da lavanda, famosa como a rainha do aroma. As primeiras sementes foram importadas em 1937. A intenção era usar o extrato da flor em cosméticos. Atualmente há diversas espécies, sendo que grande parte floresce na segunda quinzena de julho.

Furano fica no centro da província de Hokkaido. A região ficou conhecida quando serviu como cenário para a série da Fuji TV, Kita no Kuni Kara (disponível em vídeo). Cada capítulo levou muito tempo de produção para filmar as quatro estações de Hokkaido, sendo que o último foi transmitido no ano passado e teve participação da atriz Rie Miyazawa. Ela interpretou o papel de uma ex-atriz pornô e recebeu elogios pela sua atuação. As cidades famosas como terra da alfazema são Furano, Minami Furano, Naka Furano, Kami Furano e Biei. Entre junho e outubro, elas promovem vários eventos especiais em comemoração à florescência, como os festivais da lavanda e de fogos de artifício, concurso literário, entre outros.



Vista da cidade de Naka Furano
 

Tudo começou em Naka Furano


Farm Tomita

O boom da lavanda começou em Naka Furano. Nesta cidade se concentram grandes campos de alfazemas, inclusive Farm Tomita, cujo dono Tadao Tomita é considerado “salvador” da produção de lavanda da região de Furano. Com apoio dos governos do país e da província, o jardim cresceu rapidamente e chegou a ocupar 230 hectares de terra, envolvendo cerca de 150 famílias de agricultores no começo dos anos 70. Porém, a abertura para importação de matérias-primas de cosméticos afetou essa indústria, e muitos desses agricultores resolveram abandonar a plantação entre 1972 e 1973. Tomita, que amava essa flor não apenas como trabalho, foi o único que continuou na cidade. A situação mudou três anos depois, quando o campo de lavanda da Farm Tomita foi apresentado pelo país inteiro através de cartazes da JR que promovia campanha de viagem doméstica. Logo começou a receber visitas de todo o Japão, e a plantação de alfazema voltou à cidade.

Chooei Lavender-e (Campo Municipal de Lavanda)
Com 50 hectares, este campo fica a 10 minutos a pé da estação Naka Furano. Entre final de junho e meados de agosto, pode-se subir de teleférico até o topo do morro, de onde se avista a cidade detrás das flores roxas. No inverno é aproveitado como campo de esqui.

Farm Tomita
Entre maio e outubro é colorido por mais de 100 espécies diferentes de flores. Na região há floricultura, café, ateliê de perfume e destilaria de lavanda.


Furano, a cidade no centro de Hokkaido


Bosque Rokugo

A cidade de Furano fica exatamente no centro de Hokkaido. No campo da escola primária municipal há uma rocha onde estão esculpidos os dizeres “Centro de Hokkaido”. A 15 minutos de carro da Estação Furano (JR) situa-se Highland Furano, conjunto de alojamento com balneário e estabelecimentos esportivos com campo de alfazema de 3,4 hectares.
Em Furano ainda é possível saborear queijos e manteigas frescos, vinhos e vários outros produtos feitos de frutas e verduras produzidas no local. No Furano Cheese Kooboo (ateliê de queijo), os visitantes conhecem o processo de fabricação e podem experimentar queijo da região. Próximo fica a vinícola de tijolo vermelho Furano Wine Koojoo, localizada num morro.
O Bosque Rokugo, cenário Kita no Kuni kara, é aberto para visitação. Para conhecer em pouco tempo os pontos turísticos da cidade, existem excursões da agência Furano Ryoko.

Furano Wine Koojoo
Entre os meses de maio e outubro, está aberto todos os dias das 9h às 16h30. Fora da temporada é aberto apenas durante a semana.

Furano Cheese Kooboo
É preciso fazer reserva para participar do curso de manteiga caseira ou acompanhar o processo de fabricação de queijo, que acontece três vezes por semana. Aberto todos os dias das 9h às 17h entre os meses de maio e outubro. No resto do ano é fechado no primeiro e no terceiro sábado do mês e aos domingos.

Highland Furano
Estabelecimentos esportivos com a quadra de tênis, ginásio e onsen são abertos ao público.


Os morros de Biei
Biei é conhecida como a cidade de morros, que mudam de cara a cada estação, proporcionando belas paisagens. O tamanho do município é quase igual à área total de 23 bairros de Tóquio. Biei também ganhou fama pelo passeio ciclístico. Próximo à Estação Biei há lojas que alugam bicicleta. Depois das pedaladas, o turista pode descansar nas águas termais de Shirogane Onsen. Há várias opções de hospedagem na cidade, de albergue da juventude, pousadas até hotéis.

Minami Furano
Em Minami Furano, onde fica o lago Kanayama, há alternativas de lazer diferentes das de Furano. O lago é conhecido pelo peixe Ito, a maior espécie que vive em água doce no Japão. Na beira existe uma área de camping para mais de 500 barracas e uma das melhores infra-estruturas de Hokkaido. Além da pesca, pode-se praticar modalidades esportivas como canoagem, windsurfe e iatismo. Existem excursões de canoa pelo lago, com guia. No rio Karachi pode ser praticado rafting, a descida do rio em botes infláveis. Ao lado da área de camping há um campo de alfazema de 7.000 m2.


Mar de alfazema o Highland Furano
Kami Furano
Em 1948, as primeiras sementes de alfazema foram plantadas em Kami Furano. Além de campos de alfazema e de papoula, a cidade tem um balneário chamado Tokachi Onsen-go, composto por Fukiage Roten no Yu e Tokachi Onsen. O primeiro se situa no meio do mato e serviu como um dos cenários do último capítulo Kita no Kuni Kara. Já Tokachi Onsen é conhecido como “balneário acima de nuvens”, pela sua localização. Fica a 1.280m acima do mar, de onde pode-se avistar a cordilheira Tokachi. Nos campos de alfazema de Kami Furano é possível arrendar uma parte do campo de flores. Os arrendatários recebem cerca de mil arbustos de flores secas, que são enviadas diretamente de Kami Furano no outono, durante três anos.

Parque Hinode
Um morro inteiro é usado como campo de alfazema (3,4 hectares). Fica a 5 minutos de carro da estação Kami Furano. É palco do Festival de Alfazema que acontece no final de julho.

Flower Land Kami Furanao
A área total de campos de flores (com alfazema e papoula) mede 4 hectares, ou o equivalente a 15 vezes o Tokyo Dome.


 Arquivo - Turismo Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 208
• Kansai - Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 205
• Soka
ARQUIVO - EDIÇÃO 202
• Hirakata
ARQUIVO - EDIÇÃO 199
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 197
• Tohoku
ARQUIVO - EDIÇÃO 195
• Tóquio e arredores: belezas que encantam
ARQUIVO - EDIÇÃO 193
• Chugoku-Shigoku: O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 191
• Okinawa: Uma região de paraísos subtropicais
ARQUIVO - EDIÇÃO 189
• Nagasaki - O berço cristão japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 187
• Shimabara
ARQUIVO - EDIÇÃO 185
• Tottori: O Saara japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 183
• Matsue - A herança intacta dos samurais
ARQUIVO - EDIÇÃO 181
• Chiba conserva folclore cultural da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 179
• Okutama: Refrescando-se nas montanhas
ARQUIVO - EDIÇÃO 177
• Mito: A cidade de um dos mais belos jardins japoneses
ARQUIVO - EDIÇÃO 175
• Izu - O paraíso das águas
ARQUIVO - EDIÇÃO 173
• Kyoto: Cenário de três mil templos
ARQUIVO - EDIÇÃO 171
• Chindon-ya
ARQUIVO - EDIÇÃO 169
• Toyama no Kusuri
ARQUIVO - EDIÇÃO 167
• Sensooji o templo do Carnaval
ARQUIVO - EDIÇÃO 165
• Odaiba: a face futurista de Tóquio
ARQUIVO - EDIÇÃO 163
• Todaiji: o templo do grande Buda de Nara
ARQUIVO - EDIÇÃO 161
• Ryuhyoo: O gelo navegante de Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 159
• Hokkaido, o inverno mais gelado do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 134
• Yamanashi:
A Terra dos Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 130
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 128
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 126
• Okinawa: Ryukyu, Soberano dos Mares do Sul
ARQUIVO - EDIÇÃO 124
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 122
• Monte Fuji e os Cinco Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 120
• Nikko: A Cidade dos Santuários
ARQUIVO - EDIÇÃO 118
• Parques Temáticos
ARQUIVO - EDIÇÃO 116
• Hakone - A região dos vales fumegantes
ARQUIVO - EDIÇÃO 114
• Iwate
ARQUIVO - EDIÇÃO 108
• A atraente ilha de Sado
ARQUIVO - EDIÇÃO 106
• Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 104
• Kansai: Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 101
• Soka: Industrialização traz rápido progresso à cidade
ARQUIVO - EDIÇÃO 98
• Hirakata

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

94 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases