PORTAL NIPPOBRASIL OnLine - 13 ANOS
Fale conosco: adm@nippo.com.br   
    Horário de Brasília: Terça-feira, 22 de julho de 2014 - 22h39
Destaques: Curso de JaponêsCulináriaHoróscopoAgendaInício    
  Busca
  Jornal Nippo-Brasil
-
  Variedades
-
  Esportes
-
  Autoajuda e Religião
-
  Empregos no Japão
-
  Publicidade

  Classificados
-
  Interatividade
-
  Correspondência
Caderno Saúde

Saúde dos cabelos
Cuidados permanentes com as madeixas e alimentação equilibrada
podem controlar a caspa

(Foto: Divulgação)

A caspa, também conhecida como dermatite seborréica, é caracterizada como a descamação do couro cabeludo. Não é doença contagiosa; na verdade, a caspa é uma característica do couro cabeludo de algumas pessoas, portanto não é transmissível por toalhas, roupas, pentes ou escovas de cabelo.

Para quem sofre com o problema, difícil é descobrir sua causa: estresse, comida gordurosa, uso de shampoos e produtos inadequados (muito oleosos), chuveiro e secador muito quentes, além de alterações hormonais.

Caspa X Seborréia

Qual é a diferença entre a caspa e a seborréia? Segundo o dermatologista Marcelo Bellini, a caspa é um quadro mais leve, com aquela descamação fina. Já a seborréia é uma descamação mais intensa, mais grossa, e costuma vir acompanhada de vermelhidão e de irritação do couro cabeludo.

Para tratar a caspa, o dermatologista recomenda o uso de shampoos à base de cetoconazol, octopirox, piritionato de zinco e coaltar, além de loções capilares à base de corticóides. “Em casos muitos graves, indico comprimidos à base de isotretinoína, que ajuda a reduzir a atividade da glândula sebácea, atrofiando-a. Infelizmente, a caspa não tem cura, mas é possível controlá-la; assim, os cuidados devem ser freqüentes”, explica Marcelo.

Distúrbios Hormonais

De acordo com o especialista, distúrbios hormonais ou glandulares podem causar caspa. “O excesso dos hormônios masculinos [testosterona]aumentam a atividade da glândula sebácea do couro cabeludo, aumentando a oleosidade e, muitas vezes, levando a um quadro de descamação. Outro distúrbio que também pode causar caspa é o hipertireoidismo, isto é, excesso de hormônio de tireóide”, diz.

Gel

Segundo Bellini, produtos para modelar os cabelos podem ocasionar a descamação do couro cabeludo. “Os cremes leave-on e leave-in, quando aplicados muito próximo ao couro cabeludo, bem como gel em excesso e pomada para modelar podem causar irritação e alergia na pele, ocasionando a dermatite seborréica”, salienta.

E quem sofre mais com a caspa: homens ou mulheres? O dermatologista revela que a descamação do couro cabeludo é mais freqüente nos homens, uma vez que eles têm o couro cabeludo mais oleoso. “Entretanto, gestantes costumam ter mais caspa, devido ao aumento do nível dos hormônios que ativam a glândula sebácea. No geral, as mulheres abusam no uso de secadores quentes, cremes e condicionadores, aumentando consideravelmente o aparecimento da dermatite seborréica”.

Alimentação

A escolha do que compõe a refeição pode influnciar na produção da caspa. Na opinião de Marcelo, uma dieta rica em gorduras saturadas contribui para uma piora do quadro. “Opte por um cardápio rico em fibras, alimentando-se com muitas frutas, verduras, legumes e cereais integrais. Eles ajudam a reduzir a oleosidade e a descamação do couro cabeludo”, afirma.

Lavando o cabelo de forma correta...

• Ao usar o shampoo anticaspa durante o banho, lave duas vezes a cabeça. A primeira assim que entrar no chuveiro, para que o shampoo tenha tempo de agir. Deixe-o na cabeça durante todo o banho. Em seguida, enxágüe os cabelos completamente. Aplique-o novamente e torne a enxagüar.

• Ao lavar a cabeça, massageie com delicadeza o couro cabeludo, usando a ponta dos dedos para soltar a caspa e as escamas. Mas não coce a região com as unhas, pois você pode ferir a pele e agravar o problema da caspa.

 Coluna
 Arquivo - Saúde
• Mantenha a mente ativa
• Acupuntura: agulhas do bem-estar
• Acupuntura: Uma forte aliada contra o fumo
• O poderoso chá vermelho
• Fique bem com seu organismo
• Sorriso belo e saudável
• Remédios em excesso: um risco para a audição
• Shiatsu: equilíbrio na ponta dos dedos
• Chi kung
• Sorria!
• “Sai pra lá, chulé!”
• Cuidados de inverno
• O sapato nosso de cada dia
• Congelados: prático e saudável
• Trabalho sem dor
• De bem com a vida
• A eficácia do chá branco
• Sua coluna de bem com o carnaval
• Seu sangue está carente?
• De bem com o sol
• Olhar desalinhado
• Desmistifique a osteoporose
• Alimentação x TPM
• TOP 5 de uma alimentação saudável
• Alimente-se bem e emagreça!
• Unhas: Quebrou de novo!
• Síndrome da bexiga hiperativa
• Frio: Perigo no ar
• Drenagem Linfática: Além da estética
• Sem fome
• Respiração x Resistência
• Tratamentos com florais de Bach
• Cuidados íntimos
• Vitaminas: Essenciais ao organismo
• “Ai, meu dedinho do pé...”
• Açúcar x adoçante
• Cuide bem de sua memória
• Excesso de pêlos pode ser sinal de problema
• De olho na maquiagem!
• Preserve a natureza e a fertilidade
• Lesão bucal
• Um novo olhar
• De bem com o corpo e a saúde
• “Câimbras pra que te quero”
• Margarina x Manteiga (Parte Final)
• Margarina x Manteiga (Parte 1)
• Cheirinho de problema...
• Medo fora do comum?
• Obesidade infantil
• Saúde bucal
• Saúde dos cabelos
• Cobre na alimentação
  © Copyright 1992-2010 - Jornal Nippo-Brasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br