PORTAL NIPPOBRASIL ONLINE - 15 ANOS
-
Redação: editor@nippo.com.br | Diretoria: diretoria@nippo.com.br 
Vendas:anuncie@nippo.com.br ou adm@nippo.com.br
ou tel: (11) 96898 1326
Quinta-feira, 31 de julho de 2014 - 20h39
DESTAQUES:
  Empregos no Japão

  Busca
 
  NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Dinheiro
   Ensaio NB
   Haicai
   Horóscopo
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   Salão do Automóvel
   Bomba de Hiroshima
   Festival do Japão 2014
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
  O veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos
Caderno Pesca

A pesca de arremesso em praia
Segundo especialistas, para esse tipo de pesca, é preciso observar alguns detalhes importantes

(Por ww.pesca.com.br | Fotos: Divulgação)

A pesca de praia é realizada, em sua grande maioria, de arremessos. Muitos fatores podem influenciar nesse tipo de pesca, sendo que os principais são as marés, as condições metereológicas, a piscosidade do local, entre outros fatores. Além disso, para ficar mais fácil de compreender, podemos ainda dividir a pesca de praia em dois tipos, levando-se em consideração o local: pesca em praias fundas (de tombo), ou pesca em praias rasas.

As praias de tombo são aquelas em que a profundidade aumenta rapidamente, logo no início, com pouca seqüência de ondas. Isto dá uma certa vantagem ao pescador no arremesso. O pescador nem mesmo precisa molhar os pés na água para lançar sua isca.

As praias rasas caracterizam-se por ter sua profundidade aumentando aos poucos e por apresentarem uma série de ondas que gera canais ou valas, onde o pescador tem de identificar em quais destes canais correm os peixes.

Canais para pesca

A identificação dos canais por onde passam os peixes é necessária e simples. Uma simples visualização do movimento da ondas, vendo onde ela perde a espuma (antes de quebrar) identifica a localização dos canais. Nestes pontos já identificados é que a isca deve ser jogada, testando-se um a um cada canal. Normalmente, a praia possui três canais, com uma distância de cerca de 25 a 30 metros entre cada um, sendo que o último é o mais fundo e o mais longe. Além disto, tem-se de observar que os canais vão ser eficazes na maré cheia, sendo que, em outras marés, o ideal é o arremesso mais longo, para pontos onde os peixes se localizam. Quanto à correnteza, você deve observar seus movimentos. Em caso de maré correndo, o lançamento deve ser feito em direção ao lado oposto da correnteza, sem esticar a linha do molinete.

As marés

Como já comentado anteriormente, a maré que normalmente propicia melhores resultados para a pesca de praia é a cheia. Isto porque é nesse momento que começa a movimentação de todos os seres que vivem sob a areia e que são alimento natural dos peixes, que, sabendo disso, aproximam-se mais. Os pequenos animais, que são as tatuíras, sarnambis, siris, minhocas de praia, corruptos e outros, são atrativos para os peixes.

Condições físicas do local

Quando se está procurando um local adequado para a pesca de praia, fatores como navios encalhados próximos à arrebentação, pequenas ilhas, rios que deságuam na praia, pedras e outros podem ser muito importantes. Isto porque a existência de peixes é quase que garantida nestes locais.

 
Condições metereológicas

Devem servir de observação para o pescador os seguintes itens:

• Tempo nublado: pode-se pescar em beira de praia durante todo o dia, com bom proveito;

• Tempo aberto: primeiras horas do amanhecer e nas últimas do entardecer.

Outro fator a que se deve dar importância são os ventos. Procure sempre utilizar linhas o mais fina possível (pois ela vai sofrer menos a influência do vento e da correnteza). Além disso, a temperatura da água deve ser observada, pois a maioria dos peixes se afasta do litoral com o esfriamento das águas. A temperatura ideal é de 19ºC a 22ºC.

 

Iscas
As iscas mais usadas na pesca de praia são normalmente as naturais, principalmente os animais do próprio local. Além disso, uma boa dica é a de recolher esses pequenos animais na maré baixa, quando estão mais expostos. Entre as principais iscas, estão os sarnambis, os tatuíras, as minhocas de praia e principalmente os corruptos. Além desses, o tradicional camarão pode ser utilizado (sempre descascado), assim como a sardinha (em toletes ou filés). Mas nada melhor do que a isca do próprio local, que sempre dá mais resultado. Além de escolher a isca mais adequada, você deve ter um grande cuidado quando for amarrar a isca no anzol. Caso não a prenda de maneira adequada, ela pode sair voando na hora do lançamento, ou cair com a movimentação da água. A maneira adequada de se iscar é fisgando uma das pontas da isca e ir empurrando até a ponta do anzol sair na outra extremidade. Aí, deixe a ponta do anzol exposta, pronta para ferrar o peixe.
 
Dicas
Equipamentos
Para a pesca de praia, alguns equipamentos são um pouco diferentes dos utilizados para outras modalidades. Como o arremesso tem de alcançar distâncias maiores, a vara tem de ser maior, a linha mais fina, entre outros. Além disso, alguns acessórios são muito importantes, como o suporte de varas (descanso ou secretário). Sem ele, fica muito complicado trocar as iscas sem encostar o equipamento na areia e acabar danificando a engrenagem de molinetes e carretilhas. Um equipamento imprescindível na pesca de praia é o chicote. Para facilitar a indicação dos equipamentos, podemos dividir a pesca de praia em três tipos:

• Pesca leve – o equipamento para essa pesca deve estar muito bem balanceado, a sensibilidade e paciência é que vão levar ao sucesso da pescaria. Essa é uma das maneiras mais difíceis de pescar, pois quem está acostumado com peixes maiores pode ter problemas com os peixinhos. Para facilitar sua escolha de um material ideal, segue a indicação de um conjunto muito bom para esse tipo de pesca:
- Molinete: Marine Sports MS 1000
- Vara: Marine Sports Amazon PS 602-H
- Linha: Super Nylon 0,23 mm
- Anzol: Maruseigo 12, 14 e 16
- Chumbo: pirâmide, entre 25 g e 40 g
- Girador: nº 3

• Pesca média – é a modalidade mais praticada em beira de praia, exigindo muita técnica, com ocorrência de peixes de diversos tamanhos. Após o lançamento, o ideal é colocar a vara no suporte e esperar a fisgada. Para facilitar sua escolha de um material ideal, segue a indicação de um conjunto muito bom para este tipo de pesca:
- Molinete: Marine Sports MS 2000
- Vara: Marine Super Cast PS 902 H
- Linha: Super Nylon 0,33 mm
- Anzol: Maruseigo 14, 16, 18 ou 20
- Chumbo: pirâmide, entre 30 g e 80 g

• Pesca pesada – esse equipamento é ideal para os grandes exemplares “briguentos” por excelência. Para facilitar sua escolha de um material ideal, segue a indicação de um conjunto muito bom para esse tipo de pesca:
- Molinete: Marine Sports MS 4000
- Vara: Marine Super Cast PS 1102 H
- Linha: Super Nylon 0,37 mm
- Anzol: Maruseigo 14, 16 ou 20 ou Suzuki 16, 17 ou 18
- Chumbo: pirâmide, carambola, com garrase peso entre 60 g e 120 g.

 Fotos dos Leitores


Vejas as fotos dos nossos pescadores
 Arquivo - Pesca
De encontro aos peixes gigantes...
Pesca e stress
Sinta a esportividade do Tucunaré em Panorama
Numa pescaria, o que vale é a AMIZADE...
Marlin-azul tem a primeira marcação eletrônica do Brasil
Conheça os peixes Apapá e o Pampo
Tucunaré, problema ou solução?
Dicas de Pescador
História de pescador
Mulheres na pesca - Sorte ou azar?
As estrelas do inverno
Mulheres nos pesque-pagues
Tambacus, brigadores indiscutíveis
Pescarias nos pesque-pague
Em busca dos tucunarés gigantes
Alto-mar: uma pescaria fascinante
Confira alguns nós mais utilizados nas pescarias
Embarcar numa excursão de pesca vale a pena?
Peixes de água doce
Cuidado com os peixes venenosos
Serviços diferenciais unem hotéis, pousadas e boas pescarias
Lições de pesca: um hobby que pode ser muito interessante
 Dicas
Dicas para pescaria
Dicas de pescador
Tralhas para pescar cabeçudas
Pescarias de inverno
Como fisgar Tucunarés com iscas artificiais
Dicas de Pescador
Equipamentos
Rabicho ou chicote
Molinetes
Em Serra da Mesa, grandes tucunarés
Bóias: Conheça alguns modelos principais e suas características
Linhas de pesca
Iscas naturais para uma boa pescaria
Iscas de fundo e metálicas
Iscas artificiais: pesca mais dinâmica
Como escolher a melhor vara de pesca?
Anzol: você sabe exatamente
como usá-lo?
A pesca de arremesso em praia
Saiba como manusear carretilhas
Seis dicas básicas para manter seu equipamento em ordem
Carretilhas x Molinetes
 
Mande a foto de sua pescaria. Logo teremos uma nova seção com as fotos de todos nossos pescadores.
E-mail: pesca@nippo.com.br

© Copyright 1992 - 2014 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante.
Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

Sobre o Portal NippoBrasil | Fale com o Nippo |  Anuncie - Mída Kit